Capa

FRAS-LE & FREMAX informam: Resultado da 10ª etapa da Stock Car - Goiânia (GO)

Ricardo Maurício ousou na estratégia para superar o pole position Guilherme Salas. Piloto da Eurofarma-RC vence a segunda no ano e sobe à vice-liderança da competição

21.11.2020  |  565 visualizações

Resumo do conteúdo

- Sábado ensolarado na capital goiana; temperatura ambiente de 29 graus, com 34ºC na medição do asfalto no momento da corrida;

- Ricardo Maurício largou da quinta posição em corrida de início movimentado e cheio de acidentes, e soube aproveitar os momentos-chave da prova para vencer pela segunda vez na temporada;

- Em acidente na primeira volta, então vice-líder Ricardo Zonta abandonou a prova. Agora é o quinto na tabela. Em décimo na corrida, Thiago Camilo salvou pontos importantes para se manter à frente na disputa

*
Infográficos apresentam o traçado da pista de Goiânia a ótica da FRAS-LE & FREMAX no gerenciamento dos freios oficiais da Stock Car. Para uso editorial livre, pedimos que o material seja creditado a FRAS-LE & FREMAX na publicação.


Sábado ensolarado e de bastante calor em Goiânia para a realização da décima etapa da temporada 2020 da Stock Car, a primeira de duas que serão realizadas neste final de semana na capital de Goiás. O dia começou com Guilherme Salas conquistando sua primeira pole position na categoria, confirmando a evolução no ritmo da equipe KTF depois de ter anotado dois segundos lugares nas etapas anteriores em Curitiba (PR).

Entretanto, a experiência falou mais alto e o bicampeão Ricardo Maurício tomou o que seria a primeira vitória do atual campeão da Stock Light. Largando em quinto, o piloto da Eurofarma-RC soube aproveitar bem a estadia do carro de segurança na pista para economizar o máximo possível de combustível. Na abertura da janela de pit stops, ainda na oitava volta, foi um dos primeiros a fazer sua parada para abastecimento e troca de pneu obrigatórias.

Salas parou duas voltas depois, e quando voltou, Ricardo Maurício já estava à sua frente, e controlou a vantagem de cerca de dois segundos que tinha sobre o oponente. Daniel Serra, companheiro de Maurício na Eurofarma-RC, completou o pódio em terceiro, com Diego Nunes e Gabriel Casagrande fechando os cinco primeiros, todos equipados com o Chevrolet Cruze.

O melhor Toyota foi o Corolla de Bruno Baptista, sexto colocado. Atrás dele, uma briga que durou toda a segunda metade da corrida, com Allam Khodair, Gaetano di Mauro e Rubens Barrichello. Di Mauro conquistou o sétimo lugar sobre o campeão de 2014 praticamente na linha de chegada.

Thiago Camilo, mesmo com o carro avariado, marcou pontos importantes para se manter na liderança do campeonato: ele agora soma 233 pontos, dez a mais que o novo vice-líder Ricardo Maurício. Daniel Serra também subiu e foi para terceiro com 212, contra 208 de Barrichello e 198 de Ricardo Zonta, que caiu da vice-liderança para o quinto lugar na tabela.

O domingo (22) ainda reserva muitas emoções no Autódromo Internacional Ayrton Senna: a décima etapa tem a classificação às nove horas para definição do grid e às 11 horas começa a disputa da 11ª etapa em sistema de rodada dupla. Classificação e corridas têm transmissão ao vivo do  SporTV2.

A FRAS-LE e a FREMAX são as fornecedoras oficiais de pastilhas e discos de freio da categoria, respectivamente, e trabalham em conjunto com as todas as equipes do grid para assegurar o melhor desempenho, segurança, eficiência e confiabilidade. A Fremax é a fornecedora dos discos desde 2004 e a Fras-le, desde 2016.

Fala, piloto!
“Foi diferente. Tudo aqui encaixou muito bem. O carro tinha um bom rendimento na classificação e na corrida se mostrou muito confiável. Arriscamos na estratégia e houve uma certa tensão ali no final, quando não sabíamos bem ao certo se teríamos combustível para terminar a corrida, e ali tive que fazer um trabalho intenso de economia de gasolina, tirando o pé bem antes do normal nas curvas e frear um pouco mais adiante do normal. Funcionou muito bem e no fim deu tudo certo”.
(Ricardo Maurício, Eurofarma-RC, Chevrolet Cruze #90)
Vencedor da 10ª etapa da Stock Car 2020

A pista de Goiânia na ótica da FRAS-LE & FREMAX
“Com uma reta bastante longa, de mil metros, Goiânia traz alguns pontos de bastante exigência com os freios, como nas curvas 1, 2, 5 e 7, em que o piloto aplica uma pressão próxima de 100 quilos sobre o pedal do freio, sempre reduzindo as velocidades em mais de 100 km/h dentro de pouquíssimos metros. Além disso, as temperaturas, tanto ambiente como da pista, são historicamente altas e o circuito promove muita competitividade, com os carros andando muito próximos o tempo todo, o que representa uma restrição na refrigeração dos freios. É um traçado de média para alta velocidade, com poucos pontos de baixa velocidade”.
(André Brezolin, engenheiro de projeto FRAS-LE & FREMAX)

RESULTADO DA 10ª ETAPA
1. 90 Ricardo Maurício (Eurofarma-RC/Chevrolet Cruze) – 26 voltas
2. 85 Guilherme Salas (KFT Sports/Chevrolet Cruze) – a 1s938
3. 29 Daniel Serra (Eurofarma-RC/Chevrolet Cruze) – a 7s280
4. 70 Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 8s413
5. 83 Gabriel Casagrande (R.Mattheis/Chevrolet Cruze) – a 11s314
6. 44 Bruno Baptista (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 12s972
7. 18 Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 17s225
8. 11 Gaetano di Mauro (KTF Sports/Chevrolet Cruze) – a 17s729
9. 111 Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 17s812
10. Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 22s602
11. 5 Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 22s833
12. 117 Matías Rossi (Full Time Sports/Toyota Corolla) – a 23s155
13. 30 Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) – a 23s468
14. 4 Julio Campos (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 26s562
15. 8 Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 26s685
16. 51 Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 28s561
17. 43 Pedro Cardoso (R.Mattheis/Chevrolet Cruze) – a 29s497
18. 33 Nelson Piquet Jr. (Full Time Bassani/Toyota Corolla) – a 36s041
19. 54 Tuca Antoniazi (Hot Car Competições/Chevrolet Cruze) – a 2 voltas
Não completaram
20. 28 Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) – a 8 voltas
21. 12 Lucas Foresti (Vogel Motorsport/Chevrolet Cruze) – a 14 voltas
22. 10 Ricardo Zonta (RCM Motorsport/Toyota Corolla) – a 25 voltas
23. 0 Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) – a 26 voltas
24. 80 Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) – a 26 voltas
Volta mais rápida: Ricardo Maurício, 1min28s189 (média de 156,5 km/h)

Vencedores até o momento na temporada:
Goiânia:
Ricardo Zonta e Rubens Barrichello
São Paulo: Nelsinho Piquet e Ricardo Zonta
Londrina: Rafael Suzuki e Ricardo Maurício
Cascavel: Thiago Camilo, Bruno Baptista e Daniel Serra
Mogi Guaçu: Julio Campos e Diego Nunes
Curitiba: Thiago Camilo e Gabriel Casagrande
Goiânia: Ricardo Maurício

Classificação do campeonato, após 10 etapas (Top-10):
1º - Thiago Camilo - 233 pontos
2º - Ricardo Maurício – 223
3º - Daniel Serra – 212
4º - Rubens Barrichello – 208
5º - Ricardo Zonta – 198
6º - Cesar Ramos - 198
7º - Gabriel Casagrande – 192
8º - Allam Khodair – 171
9º - Guilherme Salas – 160
10º - Diego Nunes – 159

PROGRAMAÇÃO DA 11ª ETAPA
Domingo, 8 de novembro
09h00 – 09h35: Classificatório 11ª etapa
11h00: Largada Corrida 1 da 11ª etapa (30min+1volta)
11h55: Largada Corrida 2 da 11ª etapa (30min+1volta)
Classificação e corridas com transmissão ao vivo pelo SporTV2


Sobre a FRAS-LE:

No mercado há mais de seis décadas e uma das cinco maiores fabricantes mundiais de materiais de fricção, a Fras-le, que faz parte das Empresas Randon, é uma marca reconhecida globalmente. Com mais de 12 mil referências  nas marcas FRAS-LE & Lonaflex, a empresa coloca ao alcance do consumidor uma linha completa de produtos de fricção da mais alta qualidade, desenvolvidos e testados em seu Centro de Pesquisa e Desenvolvimento, um dos  mais bem equipados do mundo, que conta com laboratórios químico, físico, piloto e o Centro Tecnológico Randon, um centro de testes por excelência.

 A empresa expandiu seu portfólio com a aquisição, em 2012, da Controil, que fabrica componentes para freios e embreagens e polímeros automotivos. Em 2018, mais 2.500 referências com a marca FREMAX foram incorporadas ao mix de produtos da FRAS-LE, com a aquisição da empresa, que produz discos, tambores de freios e cubos de roda.  

Desde 2016, a Fras-le é a fornecedora oficial das pastilhas de freio dos carros da Stock
Car, Stock Light e Mercedes-Benz Challenge.  A FREMAX, desde 2004,  também é a fornecedora oficial dos discos de freio da Stock Car,  assim como das categorias Stock Light, Mercedes-Benz Challenge, Porsche GT3 Cup, Sprint Race e Old Stock

Recentemente, a FRAS-LE concluiu a aquisição da Nakata Automotiva que, dentre os principais itens estão amortecedores, terminais e barras de ligação e direção, pivô e bandejas de suspensão, juntas homocinéticas, componentes de eixos cardan e diferencial.

FRAS-LE
Site: www.fras-le.com
Facebook: @FrasleOficial
Instagram: @frasleoficial

FREMAX:
Site: www.fremax.com
Facebook:@FremaxBrasilOficial
Instagram: @fremaxbrasil

 


Para mais informações
Cleber Bernuci – P1 Media Relations
imprensa@p1media.com.br – (19) 992 222 517

Roberta Duarte – Fras-le FREMAX
roberta.duarte@fras-le.com

Leia também...
26.04.2021

Diversas punições, por variadas infrações, mudaram o resultado das duas corridas do fim de semana após longas análises dos comissários desportivos da entidade que rege o automobilismo brasileiro. As vitórias de Daniel Serra e Ricardo Maurício foram mantidas

25.04.2021

Corridas foram vencidas pelos tricampeões Daniel Serra e Ricardo Maurício. Debutantes da Stock Car não tiveram a estreia dos sonhos. Resultados estão ainda sob investigação dos comissários técnicos e desportivos

24.04.2021

Por apenas cinco milésimos de segundo, pentacampeão da categoria superou o tri Daniel Serra. Foi a 39ª pole de Cacá, a primeira em três anos e dois dias

22.04.2021

43ª temporada da principal categoria do automobilismo brasileiro se inicia neste final de semana em Goiânia (GO), com 30 pilotos no grid e seis campeões